sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Mamãe... eu quero!

Junto com o Dia das Crianças, vem também o bombardeio consumista encima de nossos filhos! Na TV só se vê propagandas de brinquedos caríssimos, traquitanas eletrônicas ou lembrancinhas inúteis. Daquelas que a criança ganha e joga de lado na mesma hora! Até as ruas estão cheias de “outdoors” para dar um empurrãozinho nas vendas. Com isso, as crianças passam a disparar para todos os lados....”mamãe eu quero isso”. “Papai, acho que vou querer aquilo!”

Com tanto incentivo, a criança se sente na obrigação de pedir, e os pais, por incrível que pareça, na obrigação de dar alguma coisa, mesmo sabendo que seu filho já tem um monte de brinquedos e tranqueiras que não são mais utilizadas.

Pense bem! Não entre nessa onda louca...

Se for para dar alguma coisa, dê algo útil. Um livro divertido de aventura, um jogo para a família toda brincar junto. Talvez, nessa correria toda em que nós pais vivemos, fazer um passeio em família pode ser muito mais interessante e significativo para a criança!

Quem sabe o que é melhor para seu filho é você, não a mídia! Pense nisso!

10 comentários:

vidarealdasam disse...

Olá !!

Excelente dica para a reflexão dos pais afoitos para dar tudo aos filhos !
Se deixarmos por conta da mídia será uma enxurrada de brinquedos nem tão úteis como a sua dica de um livro, ou talvez um jogo inteligente !
Ótimo post !
Grande abraço !

Mary Miranda disse...

Oi, amiga!

Os pais têm uma atitude subserviente que me irrita!
Tudo o que os filhos querem, dão de presente, sem refletirem se aquilo é ou não o melhor para os filhos.
Depois criam pequenos monstrinhos e não sabem por quê...
O post é bem objetivo; gostei!
Dizer "Não" também é um ato de amor, quando se faz necessário!
Um forte abraço,
Mary :)

Edgard Shigenaga disse...

Carla, não precisa dizer mais nada afinal vc é uma mamãe caprichosa! Rsrsrs...
Um exemplo de mãe sem demagogia!
O tema é oportuno e o quadro atual de consumismo de tranqueiras é muito comum.
Infelizmente ainda veremos neste dia das crianças muita "lambança"! Rsrsrs...
Bjão.

brazblog disse...

Sinceridade amigos, não sei se fui premiado, mas tenho uma filha e um filho, hoje já formados, mas não cheguei a ter problemas em relação ao querer isto ou aquilo. Explico apenas que sempre dialoguei com eles, nunca fui de dizer NÃO simplesmente, mas sempre procurando expor como é a realidade da vida, inclusive na parte econômica, não me arrependi.

Coisa de Mãe disse...

Carla, assino embaixo! Aqui em casa inclusive nós, os pais, é que escolhemos os presentes, e sempre pensando em algo instrutivo e de preferência bem longe da mídia!
Um beijo!
Ivana Luckesi

Genis disse...

Hmmm... ainda não cheguei na fase em que o José Marcos irá escolher qual presentes quer ganhar, mas penso como vc.
Um super beijo e estarei te apoiando por aqui.

Genis.

http://www.mamaegenis.blogspot.com/
http://www.blogdagenis.blogspot.com/

Diários do Papai disse...

Concordo plenamente, Mamãe Caprichosa: até presenteei minha filhona com alguns brinquedinhos e outras coisinhas especiais, mas nada sob nenhuma ditadura do consumismo - e isso não só porque ela tem meses e ainda não pode escolher, mas porque aqui em casa é e será assim: não é o valor de algo tecnologicamente caro que conta, mas a a alegria e a interação que um presente traz! Ótimo post! Abração e apareça!

Adriana Alencar disse...

É verdade, a mãe conhece seu filho como ninguém!
Carla, eu também larguei uma carreira para cuidar de filhos, tenho dois, por isso identifiquei-me com você de cara e passarei a seguir seu blog. Espero podermos trocar idéias e nos conhecermos melhor.
Bom feriado!

Bruna disse...

Carla, sou criança e gosto de ganhar brinquedo, mas trocaria por um bom livro com certeza...Se o livro for muito bom, acho até mais divertido.
Gostei do post e minha mãe também. Um abraço

Chris Ferreira disse...

Oi Carla,
muito bom o post.
Nossa, a influência da mídia é forte mesmo!
Sempre questiono se as minhas filhas querem ou precisam. Sempre faço essa pergunta para elas.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/